Museu Cognacq-Jay

O Museu Cognacq-Jay foi inaugurado em 1929 e reúne uma pequena, mas variada, coleção de arte pertencente ao século XVIII francês. 

Um casal amante da arte

A coleção do museu, reunida por Ernest Cognacq e sua esposa Marie-Louise Jay entre os anos 1900 e 1925, é exibida no palacete Donon, uma residência privada típica do Renascimento clássico francês.

O casal, conhecido também por fundar a loja de departamentos La Samaritaine, investiu grande parte da sua fortuna na aquisição de uma grande quantidade de obras e objetos de arte provenientes do século XVIII francês.

A coleção

No palacete são expostos mais de 1.200 objetos, entre os quais estão pinturas, esculturas, desenhos, móveis e objetos decorativos.

O museu possui cinco andares, ao longo dos quais é possível ver alguns apartamentos privados, as antigas cozinhas do palacete ou o sótão onde se alojavam os trabalhadores.

Todos os ambientes contêm elementos decorativos e as obras de arte que o casal colecionou.

Pequeno, mas variado

O Museu Cognacq-Jay não é muito grande, mas sua coleção é bastante variada e prática de visitar. Embora se trate de uma casa-museu como algumas outras que podem ser visitadas em Paris, o Museu Cognacq-Jay oferece a vantagem de que sua visita é gratuita, por isso se você estiver pelo bairro é recomendável fazer uma rápida visita. 

Horário

De terça a domingo: das 10:00 às 18:00 horas.
Segunda: fechado.

Preço

Entrada gratuita.

Transporte

Metrô: Saint-Paul, Chemin-Vert, Rambuteau
Ônibus: linhas 29, 69, 76 e 96.

Lugares próximos

Museu Carnavalet (174 m)
Museu Picasso (193 m)
Le Marais e Place des Vosges (349 m)
Centro Pompidou (699 m)
Île Saint-Louis (792 m)